> Mundo da Patty: PRÉ-ESTREIA - BLOODSHOT #crítica

PRÉ-ESTREIA - BLOODSHOT #crítica

Hey people!

Após um período longe do blog, cá estou eu para falar sobre a pré estreia de Bloodshot (provavelmente vocês lerão esse post já na estreia do filme, ou depois de 13 de março hehe)




A Sony Pictures e a Valiant Entertainment lançam neste mês de março  Bloodshot, estrelado por Vin Diesel, como o herói titular da Valiant Comics.

Com roteiro de Eric Heisserer e Jeff Wadlow e direção de Dave Wilson (supervisor de efeitos visuais de Vingadores: Era de Ultron ), Bloodshot conta com Vin Diesel, Guy Pearce, Toby Kebbell , e outros, no elenco.




SOBRE O FILME...
(atenção...contém spoiler)

O filme é baseado nos quadrinhos...então , se você já leu...vai gostar.



Raymond Garrison , mais conhecido como Ray (papel estrelado por Vin Diesel) é um soldado de elite  que foi morto em combate, mas teve seu corpo doado para uma empresa de tecnologia super avançada, a RST, para testes científicos de aprimoramento com nanotecnologia. Esta empresa é comandada por Emil Harting (Guy Pierce), que, apesar de aparentar boas intenções em ajudar a aprimorar os soldados a super soldados, possui objetivos brilhantemente nefastas.



Ray descobre que seu sangue foi substituído por nanites (nanorobôs), que reconstroem o corpo dele a nível celular, trazendo-o de volta a vida. Essa tecnologia lhe concede habilidades como superforça, regeneração instantânea (poder de autocura) , raciocínio avançado e sentidos ampliados.

Só que o que Ray não sabe é que sua memória foi apagada durante a reconstrução do seu corpo, que vale bilhões de dólares em material e pesquisa desenvolvida pela RST. Assim sendo, a RST , seguindo sempre o mesmo roteiro, com o mesmo resultado, manipula a memória do supersoldado, inserindo na mente de Ray as lembranças de desertores do projeto Bloodshot como sendo os assassinos dele e de sua esposa, o que o leva, a cada vez que desperta de seu renascimento, a uma descoberta de quem ele "pensa ser", sendo apresentado reiteradas vezes a uma equipe de super soldados, com poderes diferentes dos dele e igualmente tecnologicamente melhorados: Katie “KT” (Eiza Gonzáles), Dalton (Sam Heughan) e Tibbs (Alex Hernandez). 



Por seguirem sempre o mesmo roteiro, a equipe sempre espera o mesmo resultado: o retorno das lembranças (manipuladas) de Ray e sua cólera e sede por vingar sua morte e de sua esposa, levando-o a sair das instalações da RST em busca do (suposto) assassino, até que , finalmente, ele descobre a verdade e quem é o real vilão na história toda (com uma ajudinha de KT e um gênio em coding).

IMPRESSÕES 

=> Ótimas cenas de ação, com efeitos especiais bem coordenados - as cenas dos nanites e o poder de autocura à reconstrução do Ray, os momentos de fúria do supersoldado e cenas de luta dos outros membros da equipe fluíram bem...

=> KT no aquário, fazendo o katá, também é uma cena que gostamos bastante de assistir.


=> Vin Diesel, como sempre, não decepciona, e mostra que foi uma excelente escolha para o personagem .


Agora é aguardar para ver se teremos uma continuação do universo Valiant nos cinemas. Bloodshot já começa estreando com o pé direito.


RECOMENDO.



Continuem acompanhando o blog em nossas redes 
para não perder nenhuma dica, desconto, resenha , shows ou promoção:

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

POSTE SEU COMENTÁRIO AQUI.
Envie sua sugestão para posts (e críticas) para o nosso e-mail: mundodapattyoficial@hotmail.com

featured Slider

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...